NOTÍCIAS

Socorro Pimentel propõe mudanças nas regras do Proupe

30/08/2017 02:08

A deputada Socorro Pimentel (PSL) foi à tribuna, durante o Pequeno Expediente desta segunda (28), denunciar o enfraquecimento do Programa Universidade para Todos em Pernambuco (Proupe). Segundo a parlamentar, o montante destinado pelo Governo do Estado à iniciativa caiu de R$ 22 milhões em 2015 para R$ 11 milhões neste ano. A defasagem nos valores das bolsas de estudo, a falta de novos editais de ingresso e atrasos no pagamento das instituições conveniadas também foram falhas apontadas pela oposicionista.

“Acredito que não faltam recursos, mas eficiência no gasto público e vontade política para investir no Proupe”, afirmou. A deputada defendeu reformas na lei que regula o programa e sugeriu, dentre as mudanças, a equiparação do percentual de bolsas distribuídas entre os cursos e o fim da exigência de que os alunos obtenham 100% de aproveitamento nas disciplinas cursadas. “Proponho, também, que nos casos em que houver vacância no número de bolsas para a instituição, o valor correspondente seja repassado à autarquia para que invista na qualificação do corpo docente.”

Proupe – Criado pelo Governo Estadual em 2011, o Proupe tem como objetivo promover a interiorização do Ensino Superior. Para isso, a iniciativa concede bolsas de estudo a alunos das 13 autarquias municipais, sem fins lucrativos, estabelecidas em Pernambuco. No entanto, essas instituições vêm denunciando, além de atrasos nos repasses, redução do número de bolsas e a defasagem no valor do benefício.

Fonte: ALEPE